Governo do Tocantins e parceiros planejam Feira Agrosudeste em modo digital

O atual momento de isolamento social em virtude da pandemia do novo Coronavírus, causador da Covid-19, vem impulsionando instituições públicas e privadas a realizarem suas programações por meio de plataformas digitais. Com a Feira Agrotecnológica da Região Sudeste do Tocantins (Agrosudeste), não podia ser diferente. Coordenada pelo Governo do Estado, por meio Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), a comissão organizadora se reuniu, por videoconferência, e tomou por decisão realizar, nos dias 3 e 4 de julho, a AgroSudeste Digital.

A 6ª edição da Feira seguirá com o mesmo tema: Bioeconomia – da carne ao artesanato, mas agora com um novo desafio, desenvolver ações estratégicas digitais para atrair o maior número de participantes, bem como oferecer, aos parceiros, expositores e patrocinadores, espaço para divulgar sua marca e sua linha de produtos, podendo assim gerar bons negócios através de uma plataforma digital e canais de mídias sociais.

Voltada para produtores, empresas e empresários do ramo do agronegócio, técnicos da extensão rural e estudantes, a programação contará com exposições de tecnologias sustentáveis de forma virtual, oalestras e cursos com a utilização das redes sociais. A comissão prevê ainda a disponibilidade de ferramentas facilitadoras com as instituições bancárias para viabilização de linhas de crédito rural, por meio do Agrocrédito.

Para o gestor do Ruraltins, Thiago Dourado, “planejar a AgroSudeste de forma virtual com certeza será um desafio para a comissão, mas a tendência é essa. Vamos nos adaptar e inovar, levando em consideração as ferramentas que temos disponíveis e o repasse de conhecimento tecnológico ao maior número do público-alvo”, frisou.

Para conhecer a AgroSudeste, entre no site agrosudesteto.com.br ou pelas redes sociais @tocantinsagrosudeste (instagram) e Agrosudeste (facebook).

Parceiros

A feira, que já se tornou uma tradição na região, é coordenada pelo Governo do Estado, por meio do Ruraltins e das secretarias de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro); e da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), bem como pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), pelo Banco da Amazônia, pelo Serviço de Apoio às Pequenas e Micro Empresas (Sebrae), pela Prefeitura Municipal de Almas, pela Central das Associações de Almas e Porto Alegre e pelo Colégio Agrícola de Almas, com o apoio de parceiros e instituições privadas.

Fonte:

Edvânia Peregrini / Edição: Thâmara Cruvinel Revisão: Marynne Juliate/Secom-TO.

Posts recentes

Categorias

Assinar!

Blog

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Redes Sociais!

Share On Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons