Entrevistadores do Ibope farão segunda etapa da pesquisa sobre covid-19 em Araguaína

Moradores de 19 setores serão visitados para avaliação social e de saúde, a partir desta quinta-feira, 4

É testado um morador por casa visitada para covid-19 e se aquele morador der positivo, são testados todos os demais moradores

Leia Mais..


A partir desta quinta-feira, 4, Araguaína receberá a segunda etapa da pesquisa nacional para mapear o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Entrevistadores do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) estarão visitando os moradores para avaliação da saúde e analisar socialmente as famílias durante a pandemia.
 
De acordo com a gerente operacional da empresa terceirizada Sirius Pesquisa, Márcia Santos, as equipes são formadas por nove entrevistadores uniformizados. “Eles usarão uma camiseta branca com identificação visual das empresas, crachá com foto e vão usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) dentro das residências”, explicou.
 
Continuidade
As visitas serão realizadas em 19 localidades da cidade, cada uma com 10 endereços, totalizando 190 casas visitadas. “A gente vai dar continuidade no setor onde trabalhamos. Se parei na casa de número 15, vou pular 9 casas e aplicar a avaliação na 10ª”, descreveu a gerente.
 
Entre os setores estão Planalto, Céu Azul, Flamboyant, Dom Orione, Ana Maria, Centro, Rodoviário, Senador, Tocantins, Noroeste, Brasil, Barra da Grota, São Miguel, Bom Viver, Araguaína Sul, São João, Vila Norte, Setor Urbano e Vila Couto Magalhães.
 
Avaliação
Em cada residência, é feita uma entrevista a respeito do cotidiano e também de saúde. “Será perguntado se estão trabalhando e estudando, e se alguém da casa ficou doente. É testado um morador por casa para covid-19 e se aquele morador der positivo, são testados todos os demais moradores”, detalhou Santos.
 
Pesquisa nacional
Financiado pelo Ministério da Saúde, o estudo é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e executado pelo Ibope, por meio da Sirius Pesquisa, em 133 municípios brasileiros. No Tocantins, o trabalho é realizado em Araguaína, Palmas e Gurupi.

Os entrevistadores usarão uma camiseta branca com identificação visual das empresas, crachá com foto e vão usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) dentro das residências

Fonte: Marcelo Martin / Foto: Marcos Filho/Ascom

Categorias

Assinar!

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons