Apresentação de propostas para construção de novo hospital será transmitida ao vivo

Prédio será inicialmente utilizado como Hospital de Campanha e posteriormente incorporado à nova sede do Hospital Municipal Eduardo Medrado; transmissão será hoje, dia 18, a partir das 9h, no Facebook da Prefeitura de Araguaína

Leia Mais…

Dando andamento de forma transparente ao processo de construção da primeira etapa do Hospital Municipal Eduardo Medrado (HMEM), a Prefeitura de Araguaína irá transmitir ao vivo, nesta quinta-feira, 18, a partir das 9 horas, a apresentação das propostas das empresas interessadas na execução do projeto.

O anúncio da transmissão foi feito na última terça-feira durante a reunião on-line de trabalho do Conselho de Combate à Covid-19, composto pela equipe técnica do Município e representantes de diversos segmentos sociais, de segurança, economia, saúde, entre outros.

“Diferente do que está sendo realizado em muitos lugares, aqui é o único que onde foi aberto e publicado um Aviso de Dispensa de Licitação. Estamos convidando o Ministério Público (MPE) e a Defensoria Pública (DPE) a participar presencialmente e a todos que tiverem interesse, que acompanhem a live. Estamos dentro de uma emergência, mas dando o máximo de transparência possível”, afirmou o prefeito Ronaldo Dimas.

Inicialmente, o prédio será utilizado como a segunda unidade do Hospital Municipal de Campanha, com 40 leitos clínicos e 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Posteriormente, a estrutura será anexada ao HMEM. O espaço com os leitos de UTI será mantido e a área dos leitos clínicos será adaptada e utilizada para a implantação do Centro Cirúrgico da unidade”, explicou o secretário municipal do Planejamento, Frederico Prado.

Como funciona
Os envelopes serão entregues às 9h30 para avaliação pela equipe técnica formada pelo secretário municipal do Planejamento, Frederico Prado; da Infraestrutura, Simão Moura Fé; presidente da Comissão Municipal de Licitação, Washington Pereira; e Márcia Almeida, diretora de convênio da Secretaria Municipal da Saúde. Após avaliadas, as empresas habilitadas seguem para a apresentação, a partir das 13h30, na sala de reuniões do Gabinete da Prefeitura.

“A comissão irá avaliar a metodologia proposta pelo interessado, ou seja, a empresa vai mostrar ao grupo o sistema que pretende utilizar para executar a obra no prazo de 45 dias. Metodologia aceita, partimos para a abertura da proposta de preços. A gente espera conseguir um preço bastante razoável, com uma empresa sólida, para construir esse hospital”, explicou o prefeito.  

Investimento para o futuro
O prefeito destacou ainda a importância de investir em uma estrutura que seja aproveitada no futuro, evitando o desperdício de recurso público. “Uma coisa é a necessidade de hoje, outra coisa é daqui a um ano. Concluímos que não seria interessante investir numa estrutura da qual depois só seriam aproveitados os equipamentos, então partimos para a ideia de que essa estrutura física pudesse ser reaproveitada”.

“Muito mais importante que um hospital de campanha é ter uma estrutura fixa em Araguaína, que não promova gastos adicionais, porque a gente sabe que vai ficar uma demanda de cirurgias, de problemas de saúde que não são urgentes e começarão a ser tratados após a pandemia. Então, saúde será o investimento mais demandado para os próximos anos”, pontuou o senador Eduardo Gomes, que destinou parte do recurso investido na implantação da unidade.

Facebook:

https://www.facebook.com/CapitalEconomicaDoTocantins/

Fonte: Por Mara Santos | Foto: Marcos Sandes/Ascom

Categorias

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Redes Sociais!

Assinar!

Share On Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons