Adolescentes participam de cursos onlines no Ceip Norte, via parceria da DPE-TO e MPT-TO

Com a parceria, o MPT viabilizou um convênio com o Senai para instalar duas estações de computadores no Ceip Norte.

Atividades extracurriculares têm sido implementadas no Centro de Internação Provisória (Ceip) Norte através de projetos da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), com a parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT). Por meio de verbas indenizatórias da justiça do trabalho foram instaladas duas estações de computadores dentro da unidade, que fica em Santa Fé do Araguaia, município localizado a 438 km de Palmas. Os computadores serão utilizados em cursos de educação à distância do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

A defensora pública Téssia Gomes Carneiro, articuladora da parceria, lembra que os cursos online vêm em momento oportuno. “A Defensoria está empenhada que as atividades educacionais ocorram de forma adequada e sempre tenta levar projetos com essa finalidade ao Ceip, como já tivemos o projeto de leitura e de informática básica com aulas presenciais. Considerando que agora estamos em momento de pandemia, as aulas à distância se somam ao projeto pedagógico”, ressaltou.

O acesso aos cursos é acompanhado pela equipe técnica da unidade, sob supervisão da pedagoga Maria José dos Santos Silva. Segundo a técnica, os temas de maior interesse foram noções básicas de informática e noções de mecânica automotiva. O prazo para estudo e finalização, conforme o curso e previsão na plataforma do Senai, é de 30 a 90 dias .

“O sistema socioeducativo do Estado é muito precário e parceria como essa faz a diferença no atendimento pedagógico. Essa ação é de fundamental importância no sentido de possibilitar aos adolescentes outras leituras da realidade em que estão inseridos. Momento não apenas de profissionalizá-los, mas de reflexão sobre as perspectivas de vida e escolhas como pessoa”, disse a pedagoga Maria José.

A procuradora do trabalho Cecília Santos falou do fomento à capacitação dos internos do Ceip Norte. “Acreditamos que falta para o adolescente em conflito com a lei essa possibilidade de enxergar um futuro onde eles possam trabalhar e se capacitar. Por conta disso que a gente oferece essa oportunidade, em parceria com a Defensoria e Senai, para que eles olhem para o futuro com esperança, para que quando saírem do cumprimento da medida socioeducativa tenham alguma possibilidade de entrar no mercado de trabalho”, analisou.

Fonte:

Autor(a): Keliane Vale / Comunicação DPE-TO

REPRESENTANTES DAS INSTITUIÇÕES PARCEIRAS

Visita no Ceip na 1ª etapa do projeto, em novembro de 2019.

Posts recentes

Categorias

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Redes Sociais!

Assinar!

Share On Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons