Profissionais fazem lives para promover campanha de combate ao suicídio

A ação faz parte da campanha Setembro Amarelo que, em Araguaína, vai contar com seis transmissões ao vivo pelo You Tube

Durante o mês de setembro a Rede de Atenção Psicossocial de Araguaína (RAPS) vai realizar uma série de transmissões ao vivo pelo Canal da Secretaria da Educação no You Tube para reforçar a campanha do Setembro Amarelo. O objetivo das lives é combater o suicídio e informar a população sobre a existência deste problema.

“O suicídio é uma prática normalmente motivada pela depressão e mesmo com tantos casos notórios, crescentes a cada ano, ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o problema. Essa foi a forma que nós encontramos de chegar até as pessoas que precisam de ajuda neste momento de isolamento social”, explicou o coordenador do Centro de Atenção Psicossocial 2 (CAPS 2) de Araguaína, Weliton Bezerra Pires.

Serão seis transmissões ao longo do mês de setembro, começando no dia 15, com a palestra da psicóloga e docente da Faculdade Católica Dom Orione, Ana Letícia Guedes Pereira, que terá como tema o “Sofrimento emocional de professores em tempos de pandemia”.

Outros temas também serão abordados, como os benefícios da educação física para a saúde mental, apresentado pelo doutor em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Metodista de Piracicaba, Hugo Martins Teixeira. As transmissões serão feitas pelo canal da Secretaria Municipal da Educação e abertas à toda a população.

A live poderá ser acessada pelo link https://www.youtube.com/channel/UCL5enDnHMmHQxRvxKrgGJCw

Setembro amarelo

A campanha nacional Setembro Amarelo visa a conscientização, a desmistificação e prevenção do suicídio. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 40 segundos, uma pessoa morre por suicídio no mundo.

No Brasil, os casos passam de 12 mil, mas sabe-se que esse número é bem maior devido à subnotificação, que ainda é uma realidade. Desse total, cerca de 96,8% estão relacionados a transtornos mentais, como por exemplo, depressão e transtorno bipolar.


Programação

Dia 15 (terça-feira)
14h – Palestra “Sofrimento emocional de professores em tempos de pandemia”, pela psicóloga Ana Letícia Guedes Pereira.

Dia 17 (quinta-feira)
14h – Palestra “Os desafios da educação pós pandemia”, pela psicóloga Mariana Miranda Borges.

Dia 22 (terça-feira)
14h – Palestra “Benefícios da educação física para a saúde mental”, pelo dr. em Ciências do Movimento Humano, Hugo Martins Teixeira.

Dia 23 (quarta-feira)
14h – Palestra “Manejo de conduta de suicídio”, pela Médica, especialista em psiquiatria, Luciana Sant’Ana.

Dia 28 (segunda-feira)
14h – Palestra “Os efeitos da posvenção no ambiente de trabalho”, pela psicóloga Katia Nemeth.

Dia 30 (quarta-feira)
14h – Palestra “Tudo bem não ser normal”, pelo psicólogo Adriano Rodrigues Mansanera.

Fonte: Felipe Maranhão | Foto: Ascom

Posts recentes

Categorias

http://cerradopost.com/blogkonjuntura/

Redes Sociais!

Assinar!

Share On Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons