Arézio Sotto, lança mais um livro com o título: ARAGUAÍNA QUE POUCOS CONHECEM.

O professor e escritor Arézio Sotto, lançou no dia 20/09 (quinta-feira) às 19hs30, no Auditório Profº. Jauro Gurgel, no prédio da Prefeitura Municipal de Araguaína/TO, o livro ARAGUAÍNA QUE POUCOS CONHECEM “Fragmentos de uma história & memória”. O evento contou com uma acolhida feita pelo Pastor Val Cruz e várias apresentações artísticas e culturais como: Jeff TJ (Dançarino de Hip Hop e Free Step), Carlinhos Franco (Cantor gospel), Davi Lima “O gatão das meninas”, Taynara Tobasa (Recitando Poesia ARAGUAÍNA…). A mesa de honra foi formada por: Gildelina de Sousa Frederico; Coronel Clégio Valadares Barbosa 2ª Bpm-TO; Arézio Sotto (Escritor); Coordenador do Programa PROERD e Adonil de Castro e Silva (PRF-Aposentado).

A animação foi realizada pela cantora Glauciana Valadares e Marcos Gadelha (Violão). O lançamento e noite de autógrafos do autor Arézio Sotto, foi apreciado por uma plateia maravilhosa e culta, formada por familiares, professores e parentes de personagens que fazem parte do conteúdo do livro que por duas horas compartilharam este momento tão especial para o autor e a cidade de Araguaína, que ganha um presente de considerável valor em seus 60 anos de emancipação (14/11). O cerimonial foi dirigido pelo professor Manoel Lúcio.

Ao agradecer a presença de todos, Arézio Sotto fez um pequeno discurso reforçando a necessidade de preservarmos a história e memória do município de Araguaína, principalmente por ser considerada a capital econômica do Estado do Tocantins. “Estou muito feliz por este momento. Foi um longo e profundo trabalho de pesquisa. Durante 33 anos por longas estradas cheias de obstáculos. Tenho plena consciência de que esta quarta obra irá contribuir de forma positiva para a preservação da história e memória de Araguaína. Ressaltou ainda que a população ao longo de décadas vem sendo prejudicada neste aspecto e que causou o empobrecimento de gerações de terem acesso a várias oportunidades e possibilidades de mais desenvolvimento educacional e cultural, formando uma sociedade mais culta e acrítica. Essas deficiências retardam avanços consideráveis nos aspectos: político, econômico, social e principalmente cultural. Demonstrou ainda uma preocupação constante com as autoridades local sobre a inexistência do Arquivo Histórico Municipal e o Museu Histórico de Araguaína” (…). Disse Ele.

A obra está estruturada em cinco capítulos sendo que, no primeiro momento o autor apresenta alguns dados sobre o município, como: Símbolos municipal, subsídios preliminares nos aspectos: físicos, demográficos e estatísticos. No primeiro capítulo, o autor traz à tona informações sobre o período colonial, duelos de lideranças políticas e territoriais da região representada pelo PSD e UDN, emancipação político-administrativa (Vila, Distrito, Cidade) e a implantação dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário). O segundo capítulo aborda sobre os aspectos econômicos dos setores: primário, secundário e terciário. Abordamos também alguns aspectos sociais que valorizam a obra de forma bastante consistente, pois enfatiza aspectos educacionais tangentes à implantação do ensino fundamental, médio e superior.

No terceiro capítulo o autor evidenciar vertentes culturais na área de música, teatro, dança, literatura, artes marciais, artesanato, festas populares e através das modalidades esportivas mais desenvolvidas, como: Futebol, Futsal e Vôlei de areia. No quarto capítulo o autor esboça uma homenagem de reconhecimento para alguns vanguardas, considerados antológicos personagens que alavancaram de forma direta ou indiretamente o desenvolvimento político, social, econômico, religioso e cultural sobre o cotidiano da história e memória da cidade de Araguaína, destinado especialmente à população local (descendentes de famílias tradicionais, pioneiros e recém-chegados), pesquisadores, educadores e educandos da rede pública municipal, estadual, privada e demais estudiosos interessados pela temática proposta pelo Estado do Tocantins e outras regiões do país. No quinto capítulo registrou-se por meio do álbum fotográfico histórico, algumas imagens estimadas pelo autor como admiráveis recordações da comunidade, coletadas com muito esforço em arquivos pessoais de cidadãos araguainenses, que amam Araguaína e acreditam na proposta de resgate histórico por meio dessa obra.

O Livro

Seu público alvo é diversificado, pois o livro é direcionado à população araguainense, inclusive estudantes, professores, pesquisadores das áreas afins e a todos os brasileiros que se interessarem pela temática proposta. Contudo, a escola não está fora desse processo de mutação e deverá ininterruptamente incentivar as crianças e adolescentes a conhecerem não somente as histórias das grandes metrópoles do Brasil, mas, excepcionalmente conhecer a biografia da cidade em que vive, desenvolvendo-se em todos os ângulos: político, social, econômico e cultural.

Esta obra é uma iniciativa de um cidadão que prova de forma concreta o quão é possível recuperar grande parte da história e memória dos nossos antecedentes. Estas informações foram alcançadas, na verdade, por meio de uma intensa pesquisa ao longo de 33 anos, que exigiu do autor muita persistência, determinação e fé em Deus para chegar à reta final do trabalho. Espera-se que este trabalho possa colaborar para a materialização de um sonho almejado pelo autor que é a implantação do Arquivo Histórico Municipal e do Museu Histórico de Araguaína para eternizar a história e memória do município de Araguaína – TO.

Autor:

O araguainense Arézio Sotto é professor, escritor, historiador, cantor e compositor, radialista, fotógrafo, cinegrafista, produtor audiovisual e Membro Fundador da ACALANTO-ACADEMIA DE LETRAS DE ARAGUAINA E NORTE TOCANTINENSE, cadeira nº 25; Patrono: Othon Maranhão.

ASSISTA ENTREVISTA DO AUTOR:

Posts Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons