“Não baixem a cabeça jamais”, diz Lula em carta a catadores

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta quinta-feira (13) a visita de Luiz Henrique da Silva, catador do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), e Raduan Nassar, escritor e vencedor do Prêmio Camões. Luiz Henrique representou uma caravana de mais de 100 catadores de todo o país que vieram a Curitiba pararealizar o tradicional Natal dos Catadores na Vigília Lula Livre.

“Na realidade não senti nenhum prazer em visitar o nosso companheiro ali. Mas fiquei feliz de ver que o mesmo presidente que conhecemos aqui fora é o que está la dentro, que se encontra puto da vida mas nos manda o recado para não abaixarmos a cabeça e continuar pensando em um projeto de país”, afirmou Luiz Henrique.

Há anos, Lula sempre participa do Natal dos Catadores, tradição cultivada quando era presidente e que foi mantida após deixar o Palácio do Planalto. Também foi Lula o primeiro presidente a receber um grupo de catadores no Palácio, um simbolismo histórico da relação do ex-presidente com o povo.

Preso político há oito meses, neste ano Lula foi privado de participar da cerimônia, o que motivou o movimento a realizar o evento no centro da resistência pela libertação do ex-presidente. “Eu estive com vocês antes de ser presidente, quando fui presidente,depois de ser presidente. Estou com vocês hoje e estarei com vocês sempre”,escreveu Lula aos catadores. Leia a íntegra:

“Queridos amigos do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis,

Se os que me prenderam injustamente, sem eu ter cometido crime nenhum, achavam que iam nos impedir deestarmos juntos em mais um Natal, se enganaram. Eu estive com vocês antes de ser presidente, quando fui presidente, depois de ser presidente. Estou com vocês hoje e estarei com vocês sempre.

Todo o ano como presidente da República, eu fiz questão de participar do Natal dos Catadores, para lembrar a sociedade que o governo deve cuidar de todos, mas ter um olhar especial paraquem precisa mais, para o trabalhador.

Quando assumi a presidência, fiz questão de levar os ministros para visitarem algumas das regiões mais pobres dopaís. Para eles olharem nos olhos das pessoas, visitarem as casas do povo que tinha nos elegido e para quem tínhamos que governar. Alguns deles jamais tinham colocado o pé em uma favela. Eles precisavam saber que povo não é estatística, são seres humanos lutando diariamente por uma vida melhor.

Meu governo começou assim, e começaria assim de novo. E eu nunca vou esquecer minha emoção com o depoimento de uma companheira catadora, no último ano do meu segundo mandato, que disse que o mais importante que eu fiz para ela foi ela ter orgulho da profissão dela, de andar de cabeça erguida, de ter dignidade.

Era para isso que eu queria ser presidente: para matar a fome do povo, dar oportunidade, dignidade e autoestima.

Por isso digo para vocês: não baixem a cabeça jamais. O trabalho de vocês é tão importante quanto de um médico, engenheiro, advogado. É muito digno e faz o bem nessa sociedade que produz tanto lixo no meio ambiente. Não deixem o preconceito deles machucar vocês. O preconceito é uma doença, gente preconceituosa, que cultiva o ódio égente doente. Não vamos nos deixar contaminar por essa doença.

Muita saúde, muita força, muita solidariedade para vocês. Fiquem firmes juntos. Vamos teimar, vamos lutar,vamos trabalhar todo o dia para construir um Brasil melhor.

Um Feliz Natal,

Lula”

Posts Recentes

Categorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons