Com números positivos, Prefeitura renova Campanha “Vou de Táxi” na Expoara

O objetivo é incentivar o uso do táxi e mototáxi por meio de preços promocionais e treinamento de atendimento ao público. Ações estimulam o serviço para ir e voltar da festa com segurança

Os participantes da Campanha “Vou de Táxi” utilizarão um adesivo de identificação durante o evento

Quem vai à 51ª Exposição Agropecuária de Araguaína (Expoara) poderá contar, mais uma vez, com preços promocionais no uso dos táxis e mototáxis. De 6 a 16 de junho, todos os prestadores dos serviços citados cobrarão o mesmo valor para ir e voltar da festa, usando como base uma tabela com a distância do bairro do cliente. A Campanha “Vou de Táxi” é uma realização da Prefeitura de Araguaína, em parceira com as associações dos taxistas e mototaxistas.

O assessor técnico da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, Ronaldo Carvalho, explicou que o objetivo é evitar acidentes e reduzir os índices de infrações de trânsito, além de valorizar os serviços de transporte. “Antes de mais nada, a gente é cidadão. Temos a possibilidade de ir para a festa e tomar bebidas alcoólicas, sem ter problemas com blitz e acidente”. O assessor adiantou ainda que os participantes da Campanha “Vou de Táxi” utilizarão um adesivo de identificação durante o evento.

Menos acidentes

Em comparação aos dez dias de festa em 2017, no ano passado a ASTT registrou queda de 23,8% nas autuações por excesso de velocidade. A queda é maior entre as infrações mais graves, em que o condutor transita em velocidade superior à máxima permitida em mais 50%, saindo de 57 para 38 autuações, uma diminuição de 33,3%.

Já o número de acidentes registrados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), das 18 às 6 horas do mesmo período, caiu 28,5%. Sendo que o número de colisões em que os enfermeiros identificaram o uso de álcool pelo condutor foi 43,7% menor em 2018.

Os detalhes foram definidos em reunião no Sindicato Rural de Araguaína (SRA) no último dia 24.  A campanha tem o apoio também do Sebrae/TO, Polícia Militar (2º BPM) e da Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT).

Valorização dos serviços

A continuação da campanha é devido ao sucesso de seu primeiro ano, de acordo com o representante da comissão de taxistas da cidade, Arthur Júnior Lima, conhecido como Santólio.

“No ano passado tivermos 200 taxistas participando, e cada um ganhou em média R$ 200 por noite. Esse ano, esperamos que todos os 280 regularizados pela ASTT atuem na campanha”, informou o representante.

Atendimento qualificado

Os motoristas passarão por um treinamento do Sebrae para garantir a isonomia de preços e melhor atendimento. “É importante lembrar que o taxista e o mototaxista fazem parte do microempresário individual (MEI) e têm acesso a benefícios, como subsídio de até 70% nas capacitações”, comentou o gerente regional do Sebrae, Joaquim Quinta Neto… (Marcelo Martin/Foto: Marcos Sandes/Ascom)

Posts recentes

Categorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons