Operação do Exército com apoio da Prefeitura terá atividades gratuitas para a população

A Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino, no Lago Azul, receberá ações educativas, atendimento médico, exposição de material militar, demonstração com cão farejador e apresentação de banda nesta terça-feira, 23

O resumo da operação que segue até sexta-feira, 26, foi apresentado durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 22, com participação de secretários municipais e autoridades do Exército

A Prefeitura de Araguaína está cedendo a Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino para ser Posto de Comando do Exército Brasileiro em treinamento regional que segue até sexta-feira, 26, na cidade. Nesta terça-feira, 23, das 9 às 16 horas, o local será aberto para comunidade e haverá várias atividades gratuitas. A Operação de Adestramento em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi apresentada em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 22, com participação de secretários municipais e autoridades militares.

Durante as atividades desta terça-feira, a comunidade poderá conhecer o material usado pelos soldados, como fardamento e armamento. Haverá palestra sobre higiene bucal, atendimento clínico com médico, também demonstração com cão farejador e ainda apresentação da Banda de Música. A escola é localizada à Rua 31, s/n°, Quadra 4, no Setor Lago Azul 4.

De Araguaína, os militares estão coordenando um treinamento regional que envolve outros nove municípios. “Araguaína foi escolhida para o comando não só pela importância política e econômica, mas também geoestratégica. Aqui temos o Batalhão Logístico, Companhia de Comunicação, Pelotão da Polícia do Exército e Comando da Brigada”, explicou o comandante da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Carlos Henrique Teche.

Segurança estratégica

Além de Araguaína, a operação atuará em outros municípios dos estados do Tocantins (Filadélfia, Palmeiras do Tocantins, Piraquê, Wanderlândia, Xambioá), Maranhão (Carolina, Estreito e Porto Franco) e Pará (Itaituba e em trechos da Ferrovia Carajás).

A Operação de Adestramento em Operações de Garantia da Lei e da Ordem envolve todas as organizações militares subordinadas à 23ª Brigada de Infantaria de Selva. O objetivo é voltado para a segurança de estruturas estratégicas como a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) de Lages, em Piraquê, e a Usina Hidrelétrica (UHE) de Estreito.

A operação visa ainda a garantia da votação e apuração, visualizando possível emprego das tropas nas eleições futuras. Os militares utilizarão variados tipos de transporte, que seguirão para os locais das operações via terrestre, por meio de rodovias e ferrovias, e via fluvial, pelos rios da região.

Preparo da tropa

A Operação Pedro Teixeira III permitirá várias possibilidades de preparo da tropa, buscando ampliar a capacidade de resguardar as estruturas estratégicas. A operação ainda treina os militares para acompanhar a atual situação na Área de Segurança Integrada da Brigada, aumentando a capacidade contra potenciais ameaças, demonstrando prontidão e coesão das tropas focadas na Defesa da Pátria e na Proteção da Amazônia Oriental.

Brigada

A 23ª Brigada de Infantaria de Selva é subordinada ao Comando Militar do Norte e está sediada em Marabá (PA). A brigada possui organizações militares nas cidades de Imperatriz, no Maranhão, e Tucuruí, Altamira e Itaituba, no Pará, além das sediadas na própria guarnição de Marabá, sendo desde 2017 uma das cinco Forças de Emprego Estratégico do Exército Brasileiro… (Marcelo Martin/Foto: Marcos Sandes/Ascom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons