Professoras da rede estadual desenvolvem projeto que trabalha o combate ao racismo e estimula a autoaceitação

Criado com o objetivo de combater o racismo, reconhecer e valorizar traços afrodescendentes, o projeto Negra Flor de Girassol, desenvolvido no Colégio Estadual Campos Brasil, de Araguaína, desde 2016, vem mudando a vida das estudantes da unidade de ensino.

Idealizado pelas professoras Zilma Galbino e Nayrana França, o projeto conta com atividades constantes. “Trabalhamos ele o ano todo com festivais de hidratação, palestras sobre autoras negras, e no final do ano realizamos um ensaio fotográfico”, destacou a professora Zilma Galbino.

Quando o projeto foi criado contava com apenas 20 alunas. “Realizamos no primeiro ano apenas um desfile, mas ficamos querendo fazer mais. Na edição seguinte, trabalhamos durante todo o período letivo: valores e autoaceitação e, ainda, realizamos o primeiro ensaio fotográfico, além do desfile. Nesse, já tínhamos 50 alunas”, ressaltou Zilma Galbino.

Em 2019, além das atividades já existentes, o projeto começou a apresentar livros de autoras negras. Neste ano, o projeto passou a contar com 95 alunas. Uma das exigências do Projeto é que as participantes tenham boas notas e disciplinas, metas que vêm sendo alcançadas, de acordo com as idealizadoras do Projeto.

A estudante Vitória Barcelo concluiu o ensino médio em 2018, mas fez questão de registrar o seu depoimento sobre o Negra Flor de Girassol. “Participei da primeira edição do Projeto, no qual as professoras incentivavam a assumirmos as nossas origens afro. Elas mostravam que não importava o volume dos meus cachos e que somos lindas por sermos assim”, comemorou.

Fonte – Cláudio Paixão/Secom-TO.

Legenda:

  • O Projeto Negra Flor de Girassol atualmente conta com a participação de cerca de 100 alunas/Seduc / Governo do Tocantins
  • Professoras idealizadoras do Projeto, Zilma Galbino e Nayrana FrançaA
  • A estudante Vitória Barcelo participou da primeira edição do Projeto, em 2016O
  • Projeto Negra Flor de Girassol atualmente conta com a participação de cerca de 100 alunas

Posts recentes

  • CNI lança boletim para ajudar micros e pequenas indústrias a enfrentar a crise
    Primeira edição do Recupera MPMIndústria traz as medidas adotadas pelo governo e pela CNI com foco na sobrevivência da empresas e manutenção dos empregos Em meio à crise econômica gerada pelo coronavírus, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou o informativo Recupera MPMIndústria, com informações para ajudar os empresários a manterem seus negócios e preservarem, … Read MoreLeia mais
  • CPT teme contaminação proposital das comunidades indígenas
    Paulo César Moreira, da Comissão Pastoral da Terra, observa que comunidades camponesas e povos originários, que já sofrem ameaças por ocupar áreas de interesse do agronegócio e mineração, ficam ainda mais à mercê durante a quarentena do coronavírus Texto: Ludmilla Balduino/De Olho nos Ruralistas Foto: Joka Madruga Enquanto 84,72% dos brasileiros praticam a quarentena em … Read MoreLeia mais
  • Inscritos no Cadastro Único devem ser os primeiros a receber auxílio emergencial
    Quem ainda não está inscrito no Cadastro Único pode   baixar o aplicativo da Caixa para acessar o benefícioAlexandre Alves/Governo do TocantinsTécnica de gestão do Bolsa Família no Tocantins, Régina Mercês Aires, ressalta a importância de só baixar o aplicativo quem atender as condições  de acesso  ao benefício Com as diretrizes estabelecidas pela lei federal nº … Read MoreLeia mais
  • Probióticos podem ser uma alternativa para o tratamento de disbiose intestinal em aves de corte
    A disbiose pode estar presente em todas as fases da vida das aves e pode ser controlada por meio de probióticos através da indução da eubiose, recomenda a Biomin A avicultura é uma atividade extremamente profissional e a produtividade, tanto do segmento de corte quanto de postura, é medida em detalhes. “O uso de antibióticos … Read MoreLeia mais
  • Assembleia reconhece calamidade pública em Palmas por causa do coronavírus
    Votação foi feita remotamente O plenário da Assembleia Legislativa reconheceu nesta segunda-feira, 6, em sessão extraordinária, situação de calamidade pública em Palmas, decretada pela prefeita Cinthia Ribeiro ( PSDB) no último dia 22. Na prática, a decretação de calamidade pública – entre outras coisas – flexibiliza o cumprimento da meta fiscal diante da perspectiva de … Read MoreLeia mais

Categorias

[jetpack_subscription_form show_only_email_and_button=”true” custom_background_button_color=”undefined” custom_text_button_color=”undefined” submit_button_text=”Subscribe” submit_button_classes=”undefined” show_subscribers_total=”false” ]

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons