Araguaína Mais Ambiente incentiva plantio de mudas em trote solidário

As mudas foram doadas pela Prefeitura de Araguaína e produzidas no Viveiro Municipal. Entre elas estão jatobá, sucupira, bacaba, e o símbolo nacional pau brasil

O Programa Araguaína Mais Ambiente segue incentivando a arborização urbana. Nessa quarta-feira, 20, calouros da Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT) plantaram mais de 100 mudas de espécies nativas no canteiro central da Avenida Tocantins, no setor Araguaína Sul 2. A atividade serviu como trote solidário para os acadêmicos da instituição.

As mudas foram doadas pela Prefeitura de Araguaína e produzidas no Viveiro Municipal. Entre elas estão jatobá, sucupira, bacaba, e o símbolo nacional pau brasil. “Neste ano, até o final de dezembro, teremos plantado mais de 10 mil árvores. É muito importante ter o envolvimento da comunidade e outras instituições para trabalharmos juntos pelo meio ambiente”, afirmou o secretário municipal do Meio Ambiente, Júnior Marzola.

Segundo o coordenador do curso de Direito da Facit, Maicon Tauchert, a atividade é parte do Projeto Plantar e Cuidar, criado em 2012. “A gente precisa se entender como meio, tem responsabilidade ambiental. Por isto, o trote solidário tem a intenção de despertar essa consciência”, contou. Desde o início, há sete anos, já foram plantadas cerca de 10 mil árvores; este foi o primeiro plantio em parceria com a Prefeitura.

As calouras do curso de medicina veterinária Ana Paula Araújo Reis, de 17 anos, e Ana Vitória Lima Miranda, 18 anos, plantaram uma árvore pela primeira vez na vida. “Eu fiquei orgulhosa. Quando estiver grande vou passar aqui para poder falar ‘foi eu que plantei’”, contou Ana Paula.

Envolvimento da comunidade
Além de plantar, os alunos percorreram as casas que margeiam a Avenida Tocantins para envolver os moradores no plantio. “É um gesto de integração, para que cada um acolha uma árvore. Durante o período da chuva elas precisarão de menos cuidados, mas na estiagem é preciso atenção para que não morram”, orientou o coordenador municipal de Educação Ambiental, Tibério Dias.

O casal Rogério Rocha e Maria de Jesus, 43 e 42 anos, foram dois dos moradores que assumiram a responsabilidade de cuidar das novas árvores. “A gente já até plantou seis árvores aqui, Cajueiro e Mangueira. É um lugar que a gente gosta de vim no final da tarde, pegar uma sombra. Pode deixar que, as que estão mais perto de casa, eu vou cuidar”, falou Rogério.

Recuperação e educação
Além do plantio nos canteiros e calçadas, a Prefeitura de Araguaína realiza o controle de manejo de nascentes, com cerca de 140 olhos d’água já preservados dentro da zona urbana. E realiza trabalhos de educação ambiental com alunos da rede pública e privada, nas escolas e em trilhas ecológicas.

“Eu fiquei orgulhosa. Quando estiver grande vou passar aqui para poder falar ‘foi eu que plantei’”, contou Ana Paula, caloura do curso de medicina veterinária

O casal Rogério Rocha e Maria de Jesus, 43 e 42 anos, foram dois dos moradores que assumiram a responsabilidade de cuidar das novas árvores

Fonte: Marcelo Martin / Fotos: Marcos Sandes/Ascom

Posts recentes

  • CPT teme contaminação proposital das comunidades indígenas
    Paulo César Moreira, da Comissão Pastoral da Terra, observa que comunidades camponesas e povos originários, que já sofrem ameaças por ocupar áreas de interesse do agronegócio e mineração, ficam ainda mais à mercê durante a quarentena do coronavírus Texto: Ludmilla Balduino/De Olho nos Ruralistas Foto: Joka Madruga Enquanto 84,72% dos brasileiros praticam a quarentena em … Read MoreLeia mais
  • Inscritos no Cadastro Único devem ser os primeiros a receber auxílio emergencial
    Quem ainda não está inscrito no Cadastro Único pode   baixar o aplicativo da Caixa para acessar o benefícioAlexandre Alves/Governo do TocantinsTécnica de gestão do Bolsa Família no Tocantins, Régina Mercês Aires, ressalta a importância de só baixar o aplicativo quem atender as condições  de acesso  ao benefício Com as diretrizes estabelecidas pela lei federal nº … Read MoreLeia mais
  • Probióticos podem ser uma alternativa para o tratamento de disbiose intestinal em aves de corte
    A disbiose pode estar presente em todas as fases da vida das aves e pode ser controlada por meio de probióticos através da indução da eubiose, recomenda a Biomin A avicultura é uma atividade extremamente profissional e a produtividade, tanto do segmento de corte quanto de postura, é medida em detalhes. “O uso de antibióticos … Read MoreLeia mais
  • Assembleia reconhece calamidade pública em Palmas por causa do coronavírus
    Votação foi feita remotamente O plenário da Assembleia Legislativa reconheceu nesta segunda-feira, 6, em sessão extraordinária, situação de calamidade pública em Palmas, decretada pela prefeita Cinthia Ribeiro ( PSDB) no último dia 22. Na prática, a decretação de calamidade pública – entre outras coisas – flexibiliza o cumprimento da meta fiscal diante da perspectiva de … Read MoreLeia mais
  • Defensoria aciona Justiça contra flexibilização de isolamento social em Tocantinópolis
    Ação foi protocolada nesta segunda-feira, 06, e pede a suspensão/anulação de decreto que flexibiliza as medidas preventivas contra o novo coronavírus A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), por intermédio da 2ª Defensoria Pública de Tocantinópolis, apresentou Ação Civil Pública (ACP), com Pedido de Tutela de Urgência, contra o Município de Tocantinópolis. O objetivo … Read MoreLeia mais

Categorias

[jetpack_subscription_form show_only_email_and_button=”true” custom_background_button_color=”undefined” custom_text_button_color=”undefined” submit_button_text=”Inscrena-se” submit_button_classes=”undefined” show_subscribers_total=”false” ]

Publicidade:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons