São R$ 78 milhões a mais, comparando ao orçamento planejado para 2020. Maior crescimento foi na Saúde para garantir funcionamento de novas UBS, Oficina Ortopédica, Clínica da Mulher, Pronto Socorro Infantil, concluir Hospital Municipal, entre outros serviços

A Prefeitura de Araguaína pretende aplicar R$ 735.119.870,00 em 2021, entre novas ações e na continuidade de serviços. O valor é 11,9% maior em relação ao aprovado para este ano, quando no final de 2019 indicou R$ 656.999.044,64. A Lei Orçamentária Anual (LOA) foi enviada para discussão da Câmara de Vereadores e deve entrar em pauta na próxima semana.
 
Esse aumento acima dos 10% tem se tornado frequente nas LOA do Município e para o secretário municipal da Fazenda, Fabiano Souza, o motivo está na gestão. “Araguaína é um caso atípico a nível de Brasil, mesmo em pandemia, mantivemos o que já estava planejado para 2020 e crescemos para 2021. Isso é por conta da captação de recursos para realização de muitas obras, o que gera emprego e renda e aquece a economia local, fortalecendo o círculo virtuoso de crescimento”, afirmou.
 
A Saúde teve o maior impulsionamento com 18,8% a mais no orçamento e ficou com a segunda maior fatia da LOA. A Secretaria deve adicionar R$ 28,5 milhões, saindo de R$ 151 para R$ 180 milhões. Segundo a secretária municipal Ana Paula Abadia, esse aumento será aplicado em várias frentes.
 
“Vamos construir a segunda etapa do Hospital Municipal, concluir unidades de saúde, como do Raizal, Araguaína Sul e Barros, colocar em funcionamento a Oficina Ortopédica, Clínica da Mulher, Pronto Socorro Infantil e ainda assumir serviços de alta complexidade que serão remanejados do Estado para o Município”, detalhou Ana Paula.
 
Ainda mais obras
O segundo maior crescimento no orçamento ficou para a Secretaria da Infraestrutura, com aumento de R$ 155,5 para 172,2 milhões.  A diferença de R$ 16,7 milhões, correspondendo a 10,7%, será utilizado em obras em vários pontos do Município.
 
“As obras que têm financiamento do Banco CAF continuarão por mais três anos, com marginais, parques, drenagem, e ainda tem recursos garantidos como a pavimentação do Monte Sinai, e ruas sem asfalto nos setores Palmas, Vila Goiás, entre outros”, exemplificou o secretário Simão Moura.
 
Segurança fortalecida
O terceiro maior aumento no orçamento ficou na segurança pública, com a Guarda Municipal e a Agência de Segurança Transporte e Trânsito (ASTT). São R$ 7,8 milhões a mais, que resulta em acréscimo de 36%, para atingir os R$ 29,4 milhões aguardados para o próximo ano.
 
“Esse recurso será usado para salários, novas viaturas, armamento, combustível, uniforme e implantação do vídeo monitoramento”, afirmou o diretor-presidente Fábio Astolfi. Além desses, outro projeto previsto é a recuperação dos pontos coletivos

Fonte: Por Marcelo Martin – Foto: Marcos Sandes/Ascom

Posts recentes

Categorias

https://selo144.wordpress.com

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons