Hackaton – Cidade Empreendedora pretende melhorar relação da gestão pública com o cidadão

A Prefeitura de Araguaína, em parceria com o Sebrae-TO (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), dá início ao evento que é considerado um ambiente fértil para a criação e o desenvolvimento de soluções tecnológicas e inovadoras. O Hackathon será realizado de forma 100% on-line e teve início nesta sexta-feira, 14, e irá até dia 26. 
 
O prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, descreveu a abertura do evento como uma oportunidade de negócios para uns e oportunidade de soluções para outros. “Boas ideias, grandes soluções e sistemas que sejam eficazes para o serviço público”.
 
Hackathon Cidade Empreendedora teve início com participantes de todo Brasil, com mais de 160 inscritos.
 
Para o secretário da Fazenda, Fabiano Souza, “Araguaína sempre foi uma cidade polo, tem a tradição de estar sempre à frente. Estamos trazendo inovação, é um momento de inovação no País, precisamos chamar o cidadão para participar da gestão. Precisamos inovar”.
 
Segundo a reitora do Centro Universitário Unitpac, Suzana Salazar, é preciso que haja interação entre poder público, instituição de ensino, empresas privadas e a sociedade em geral para se fazer uma sociedade de desenvolvimento e crescimento.
 
A palestra de abertura foi com João Kepler, o “anjo investido”, falando sobre como “Empreender em tempos de transformação”. Ele afirmou que esse processo de inovação proporciona vários benefícios: fonte de aprendizado, aceleração de ideias, implementação de projetos, redução de investimento em pesquisa e desenvolvimento.
 
“Antes de entender de negócio é preciso entender de gente. Qual o problema você vai resolver?”, questionou o palestrante.
 
Hackathon on-line
Reunir centenas de pessoas em um único espaço para chegar aos resultados desejados em plena pandemia envolveria muitas questões logísticas e sanitárias. Por isso, um hackathon on-line foi a opção para Araguaína em razão das restrições impostas pela covid-19.
 
“O Hackaton desafia desenvolvedores, programadores e outros profissionais da área de tecnologia a criar soluções tecnológicas inovadoras, acessíveis e inclusivas, para resolver demandas da sociedade e, nesse caso especificamente, são demandas de interesse público”, afirmou o coordenador de comunicação da Rensoftware, Ricardo Sottero.
 
O Hackathon on-line é realizado da mesma maneira que presencial, mas a interação é feita de forma remota. Os participantes são divididos em equipes e todos têm contato simultâneo através de chats e vídeo-chamadas.
 
Participaram ainda da abertura do evento o deputado federal Tiago Dimas e o gerente do Sebrae região norte, Joaquim Quinta Neto.

Fonte: Por Leide Mendes | Foto: Marcos Sandes/Ascom

Posts recentes

Categorias

Blog Selo 144
https://selo144.wordpress.com

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons