Obras já estão em execução e devem ser concluídas até o final deste ano. Acesso rápido deve reduzir risco de acidentes na BR-153

As obras da segunda etapa da Via Norte já estão em execução e têm previsão de entrega até o final deste ano. A etapa inicia na interligação da Avenida Castelo Branco com a Rua Dois de Julho e segue pelo Setor Araguaína Sul até a Avenida Palmas, no Costa Esmeralda.
 
Com 5,2 quilômetros de extensão, a obra conta com investimento na ordem de R$ 15,3 milhões, custeados pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, com contrapartida da Prefeitura de Araguaína.
 
Além da pavimentação, o projeto contempla drenagem profunda e superficial, calçadas com acessibilidade, ciclovia e sinalização. Neste primeiro momento, estão em execução as obras de terraplenagem e drenagem.
 
“A possibilidade de trafegar dos extremos ao centro em vias rápidas por dentro do Município é importante para diminuir a ocorrência de acidentes na BR-153”, comentou o prefeito Wagner Rodrigues.
 
Via Norte
A Via Norte mudará Araguaína para sempre. Uma referência em mobilidade urbana que fará parte da transformação do Município nos próximos anos. O investimento impulsionará o desenvolvimento de um novo corredor comercial e criará uma via de acesso que desafogará o trânsito no Centro.
 
Com extensão total de 9,3 quilômetros, a nova via ligará o final da Avenida Marginal Neblina até a BR-153 no Costa Esmeralda. O projeto, que contempla bacias de detenção, ainda resolverá o problema dos alagamentos nos córregos que cruzam o centro da cidade.
 
Além de canalizar o fluxo de veículos dos bairros mais afastados de norte a sul do Município ao Centro, a Via Norte ligará os extremos com a interligação com as Avenidas Neblina e Via Lago, seguindo até a Avenida Dionísio Farias, no Bairro de Fátima, onde fica o Aeroporto Municipal.
 
Primeira etapa
Iniciada em julho de 2020 e com previsão de entrega até o final deste ano, a primeira etapa da Via Norte, com 1,5 quilômetro de extensão, vai da Avenida Cônego João Lima à Avenida Castelo Branco e faz parte do Projeto Saneamento Integrado Águas de Araguaína, financiado pela Comunidade Andina de Fomento (CAF).
 
Serão duas pistas, cada uma com sete metros de largura, divididas pelo canteiro que abrigará uma ciclovia. Nos locais onde os dois sentidos se afastam, a ciclovia continuará pela pista em sentido ao Centro, delimitada com tachões refletivos. Haverá ainda calçadas acessíveis nas duas margens da via.

 

Com 5,2 quilômetros de extensão, a obra conta com investimento na ordem de R$ 15,3 milhões, custeados pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional, com contrapartida da Prefeitura de Araguaína

Fonte: Mara Santos – Foto: Marcos Sandes/Ascom

Posts mais recentes

Categorias

https://selo144.wordpress.com

Aciara AL-TO Araguaina Araguaína-TO. Bolsonaro Brasil Campanha Cerrado Cidadania CPT Cultura Câmara de Araguaína-TO. Célio Moura Célio Moura 1303 Célio Moura PT?TO Democracia Dep. fed. Célio Moura direitos humanos DPE-TO eleições Fieto-TO indígênas Lula Livre Meio ambiente Meio ambiente Tocantins MPE-TO. Naturatins palmas Paulo Mourão 131 política Porto Nacional Prefeito WR/Araguaína Prefeitura de Araguaína PT PT Tocantins Seminário Sesc-TO Sisepe-TO. Sustentabilidade Sáude TO. Tocantins Turismo Unitpac Via Lago

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons