Com apoio do Governo do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), teve início nessa quinta-feira, 6, a oficina de artesanato, referente à primeira etapa do projeto de Artesanato Indígena, premiado no edital de Cultura da Lei Aldir Balnc (LAB). O evento ocorreu na aldeia Montes Belos e reuniu, no município de Tocantínia, a 98 km de Palmas, representantes das aldeias Espaço Livre, aldeia Boa Esperança e aldeia Montes Belos. O evento contou ainda com a participação da gerente de Fomento e Cultura da Adetuc, Núbia Dourado, que, na ocasião, representou o presidente da pasta, Jairo Mariano.

A cerimônia de abertura do evento contou com a participação dos anciões indígenas Sandoval de Brito e Lourdes smikadi Xerente, que, na ocasião, destacaram a importância desse prêmio da Lei Aldir Blanc para o resgate da cultura e da arte de fazer artesanato nas aldeias. Nesse sentido, serão realizadas oficinas dentro das aldeias para que esse conhecimento seja transmitido aos mais jovens. Os participantes receberão alimentação e um kit com insumos básicos para iniciar a produção de peças. Além das oficinas, serão realizadas rodas de conversa para o repasse de outros conhecimentos referentes à etnia, visando à valorização cultural.

Lei Aldir Blanc garante o resgate da cultura indígena e do fazer artesanato nas aldeias – Ascom/Adetuc

Durante a oficina, foi repassado, pelos anciões da aldeia, o ensinamento de como se confeccionar o artesanato, utilizando como matéria-prima a palha do buriti. O cocho servirá para colocar os kits que serão entregues para as crianças participantes da segunda etapa da oficina que está prevista para ocorrer no mês de junho, em Pedro Afonso, onde serão realizadas etapas de confecção de artesanatos, utilizando o capim dourado como matéria-prima, além de outras tipologias.

Segundo o presidente da Adetuc, Jairo Mariano, o projeto da oficina de artesanato indígena é importante para a valorização da cultura Xerente, por meio da produção e da preservação do artesanato. “O artesanato indígena garante, não só a preservação da cultura dos povos, mas também a geração de renda para toda a comunidade indígena do nosso Estado”, destacou Jairo Mariano, ressaltando que o artesanato revela usos, costumes e tradições da cultura indígena do Tocantin

Fonte:  Wladimir Machado/Ascom Adectur

Legenda capa

:Anciões da aldeia Montes Belos repassam os conhecimentos e arte de produzir o artesanato indígena às crianças da aldeia – Divulgação AdetucLei Aldir Blanc garante o resgate da cultura indígena e do fazer artesanato nas aldeias – Ascom/Adetuc

PARA DEIXAR GRINGOS & SULISTAS MORRENDO DE INVEJA!!!

Posts recentes

Categorias

https://selo144.wordpress.com

By Editor

Webjornalista & blogueiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Show Buttons
Hide Buttons